Universidade Paulista http://www.unip.br Últimas notícias pt-br Copyright Unip. Todos os direitos reservados. UNIP - Universidade Paulista http://www2.unip.br/img/layout/logo_unip_rss.gif http://www.unip.br 154 79 <![CDATA[13/06/2019 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de maio de 2019 ]]> Por Pós

Data da defesa: 09/05/2019

Autor: Pedro Henrique Bolanho Simões

Orientador: Prof. Dr. Biagio Fernando Giannetti

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: Pegada química das dioxinas e furanos no Brasil: custos e vulnerabilidade da população

Resumo: O inventário brasileiro de emissões e o modelo de avaliação de risco USEtox foram utilizados para calcular a pegada química das dioxinas e furanos no Brasil. Trata-se de estudo relevante, já que são evidentes os danos à saúde relacionados com a presença no ambiente desses poluentes orgânicos persistentes com alto potencial de causar impactos negativos ao ser humano. O Brasil e suas 27 unidades da federação são comparados levando em consideração a pegada química das fontes de emissão, os custos sociais associados e a vulnerabilidade ambiental das populações. A pegada química das dioxinas e furanos no Brasil se concentra em oito unidades federativas (SP, MG, RJ, ES, PA, PR, MA e BA) e é atribuída, principalmente, a três fontes de emissão: produção de metais ferrosos e não ferrosos, queima a céu aberto e disposição de efluentes e resíduos. A pegada química estimada para o Brasil no ano de 2018 é de 621 anos de vida perdidos ajustados por incapacidade e morte prematura. O cálculo dos custos sociais referente à ocorrência de doenças e mortes prematuras se baseou no valor monetário de um ano de vida, correspondendo ao custo total estimado de aproximadamente de US$30 milhões. Baseado nos resultados da análise de vulnerabilidade, os estados do Sudeste, RJ, SP, MG, ES, além do PR, foram classificados como vulneravelmente críticos. A pegada química se apresenta como ferramenta adequada para indicação de impactos à saúde humana e, associada à valoração monetária, produz resultados aplicáveis a diversas áreas de pesquisa.

 

Data da defesa: 25/05/2019

Autor: João Iosif Slobodticov

Orientador: Prof. Dr. Eduardo Fernandes Bondan

Programa: Mestrado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Influência da ivermectina e do estresse na histologia testicular de ratos púberes com 45 dias

Resumo: As avermectinas são os medicamentos antiparasitários mais vendidos no mundo, visto que são amplamente utilizados tanto na medicina veterinária e humana, quanto na agricultura. Estudos de nosso grupo têm revelado que a ivermectina (IVM) reduz o comportamento sexual em ratos machos e fêmeas, mesmo quando administrada em doses terapêuticas. O presente trabalho visou investigar a influência da IVM e do estresse por contenção na morfologia testicular de ratos púberes com 45 dias. Para tal, foram utilizados testículos de ratos Wistar que receberam 1 mg/kg de IVM, ou solução salina a 0,9%, por via SC aos 29 e aos 44 dias de vida, provenientes dos seguintes grupos experimentais: grupo injetado com salina; grupo injetado com IVM; grupo injetado com salina e submetido a estresse; grupo injetado com IVM e submetido a estresse. Foi realizada a determinação dos pesos corporal e testicular, do volume testicular, dos eixos maior e menor dos testículos, bem como a contagem de túbulos seminíferos totais e de túbulos, com e sem células descamadas na luz. Medidas morfométricas do epitélio seminífero, tais como diâmetro tubular e altura do epitélio germinativo, foram realizadas, assim como foi calculada a frequência de células intersticiais de Leydig e feita a análise histopatológica do tecido gonadal. Os resultados encontrados demonstram que a administração de IVM em ratos no período juvenil, na ausência do estresse, diminuiu o número de túbulos sem células descamadas na luz e aumentou o número de túbulos com células na luz, não modificando os demais parâmetros da morfometria testicular, exceto pelo aumento do eixo menor. O estresse reduziu o número total de túbulos e o número de túbulos sem células na luz, aumentando o número de túbulos com células descamadas no grupo salina com estresse em relação ao grupo salina sem estresse. A interação do estresse com a IVM reduziu, de forma marcante, o número de túbulos sem células na luz tubular e aumentou aqueles com presença de células na luz. O peso testicular relativo foi significativamente maior no grupo salina com estresse em relação ao grupo salina sem estresse. O eixo testicular menor aumentou significativamente nos grupos submetidos ao estresse e as células de Leydig diminuíram nesses mesmos grupos. Na análise histopatológica dos grupos tratados com IVM, salina com estresse e IVM com estresse, observou-se depleção no epitélio germinativo, bem como células na luz tubular com núcleos picnóticos. Conclui-se que doses terapêuticas de IVM administradas no período juvenil, associadas ou não ao estresse de contenção, causaram danos no tecido testicular dos animais, com desorganização celular no epitélio germinativo.

 

Data da defesa: 27/05/2019

Autor: Marcos Donizete de Sousa

Orientador: Prof. Dr. Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: Sistemas de gestão da qualidade aplicados a micro e pequenas empresas para acesso a cadeias de suprimentos

Resumo: As micro e pequenas empresas (MPEs) são de grande importância para a economia brasileira. Esse porte de organização representa 99% dos estabelecimentos não agrícolas em nosso país e 53,9% dos empregos formais, sendo responsável, também, por 43,6% da massa salarial, chegando a atingir por volta de 27% do PIB. O objetivo deste trabalho é pesquisar como os Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ), embasados pela norma da International Organization for Standardization (ISO), série 9001:2015, podem tornar-se a filosofia fundamental das MPEs. Tal análise buscou alicerce no entendimento de que a qualidade é um requisito de grande importância para a escolha de produtos e serviços, tanto para as pessoas físicas quanto para as empresas. Secundariamente, almejou-se compreender como esse SGQ pode auxiliar o segmento, no que se refere à participação em cadeias de suprimentos. O estudo usa dois artigos como instrumento de pesquisa. Percebeu-se que MPEs focam planos de curto prazo e desenvolvem uma gestão baseada em pouca ou nenhuma participação dos subordinados nas decisões. Parte das companhias afirmam fazer uso dos conceitos da qualidade, mas desconhecem o conteúdo da norma ISO, série 9001:2015. Assim sendo, após os dois artigos, ficou mais clara a compreensão de que os conceitos básicos de gestão e qualidade ainda não são familiares às MPEs. Nesse contexto, sugere-se que as MPEs iniciem seu planejamento atrelando conceitos da norma ISO 9001:2015, usando sistemas de gestão que possibilitem a participação de todos, a fim de que os objetivos sejam desdobrados para toda a empresa. A capacitação e atualização dos colaboradores é ponto crucial nesse processo, para que ocorra aprendizado constante e retroalimentado. Destarte, erros devem ser analisados e tratados com as devidas ferramentas; riscos devem ser constantemente acompanhados e medidos, sempre segundo a norma ISO 9001:2015.

 

Data da defesa: 29/05/2019

Autor: Alexandre Fulnazari de Souza

Orientador: Profa. Dra. Márcia Terra da Silva

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: A gestão logística de autopeças e o desempenho do processo de reparação veicular

Resumo: O presente estudo pesquisa a cadeia produtiva de reparo de veículo envolvendo uma seguradora, que por meio de uma apólice com o segurado indeniza o custo de reparo; a montadora, que provê as peças de reposição originais; e uma oficina reparadora que realiza o conserto. Nesse processo, a entrega das peças para substituição representa grande parcela do custo e do tempo de permanência do automóvel em reparação na oficina, e esse tempo converge ou não para a satisfação do cliente final. Com base nos orçamentos analisados de uma seguradora, constata-se que a substituição de peças representa cerca de 70% do montante gasto para a indenização do valor do conserto do automóvel e tal indicador mostra a importância de se estudar esse componente no processo de recuperação do bem. A operação de entrega das peças às oficinas varia de acordo com o país e sua legislação, com a seguradora e a logística adotada pela montadora do automóvel. O acompanhamento da logística de entrega de peças também deve ser parte integrante da operação de uma seguradora, já que ela oferece esse serviço ao cliente segurado. Esse monitoramento pode reduzir significativamente o tempo de reparo dos automóveis nas oficinas, contribuindo diretamente para a redução de seus custos, visando aprimorar assim o atendimento ao cliente. A literatura demonstra que a busca pela mensuração da qualidade de serviços tem se caracterizado como uma importante estratégia utilizada pelas organizações a fim de se obter vantagem competitiva. As empresas de serviços estão cada vez mais investindo em qualidade com o objetivo de agregar valor a seu produto. Uma seguradora de automóveis, por exemplo, não tem uma oficina própria que realize os reparos de um veículo, então, passa a se utilizar de parcerias com empresas do segmento para esse tipo de prestação de serviço e atendimento a seus clientes. O acompanhamento à qualidade de todo esse processo passa, então, a ser fundamental. O objetivo deste estudo é avaliar o impacto entre as deficiências no processo dos serviços de logística e compra de peças por uma seguradora, junto a concessionários das mais diversas marcas, e o tempo de permanência e conserto do automóvel na oficina, avaliando ainda os impactos dessa operação no atendimento e na satisfação do cliente segurado.

 

]]>
DATA13/06/2019
<![CDATA[10/06/2019 - Primeiro Sarau de Letras do campus São José dos Campos ]]> Por coordª do curso de Letras Andrea de Barros

A coordenadora do curso de Letras do campus São José dos Campos, Andrea de Barros, promoveu o Primeiro Sarau de Letras na unidade, que teve como tema A poesia me afetou, é fato.

A programação incluiu performances musicais, poesia interativa, leitura dramática, apresentação de poemas, correio poético, sessão de microfone aberto, além da mesa de debate Literatura e afetos em diálogo, com a presença do poeta e editor da Patuá, Eduardo Lacerda, da escritora e produtora de conteúdo educacional Luana Helena Ribeiro, do poeta Marcus Groza e do escritor e professor Francisco Ramires.

Organizado pelos alunos do curso de Letras, o evento ocorreu no dia 10 de maio e estimulou a reflexão sobre as relações entre arte e afetividade na formação de professores e alunos.

 

]]>
DATA10/06/2019
<![CDATA[05/06/2019 - Campus Sorocaba realiza o Segundo Workshop Biodiversidade ]]> Por Pós

Para marcar os cinco anos da publicação do livro Biodiversidade de Sorocaba e do Decreto Municipal que divulgou a lista de espécies do município, o campus Sorocaba, por meio do Laboratório de Ecologia Estrutural e Funcional de Ecossistemas da UNIP, e a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins de Sorocaba organizaram o Segundo Workshop Biodiversidade de Sorocaba.

O evento, ocorrido no dia 5 de junho, buscou mobilizar todos os pesquisadores que trabalham com biodiversidade e possuem dados mais recentes para a atualização da lista, visando uma nova publicação.

Foram realizadas palestras relacionadas ao tema, abrangendo diversos assuntos sobre a fauna e a flora de Sorocaba, biodiversidade urbana e educação ambiental, além de sessões temáticas específicas de cada área. Na ocasião, a Secretaria do Meio Ambiente também lançou o Observatório da Biodiversidade de Sorocaba.

Entre os objetivos do workshop está a interação entre as Universidades e o poder público, a fim de se determinar iniciativas para o estabelecimento de instrumentos legais para a gestão da biodiversidade da cidade.

O Segundo Workshop Biodiversidade de Sorocaba contou com a participação de pesquisadores, professores e alunos de diferentes instituições.

]]>
DATA05/06/2019
<![CDATA[05/06/2019 - Alunos de Enfermagem e de Administração promovem campanha solidária para lar de idosos ]]> Por Tais Fortes

Na semana de 13 a 17 de maio, os cursos de Enfermagem e de Administração do campus Chácara Santo Antônio realizaram uma campanha de arrecadação de fraldas geriátricas e artigos de higiene pessoal para o Assistência Vicentina de Vila Mascote. Trata-se de uma entidade direcionada para acolhida de idosas carentes que não conta com subsídios ou assistência governamental.

Foram arrecadados 58 pacotes de fraldas, além de pastas e escovas de dentes, sabonetes, xampus, enxaguantes bucais, hastes flexíveis, cremes hidratantes corporais e pacotes de lenços umedecidos. Todo o material foi entregue para a responsável pela instituição, senhora Letícia Ramires da Luz.

 

]]>
DATA05/06/2019
<![CDATA[04/06/2019 - Campus Chácara Santo Antônio promove Semana de Enfermagem ]]> Por Professora Tais M. L. Fortes

De 13 a 17 de maio, o curso de Enfermagem do campus Chácara Santo Antônio realizou a Semana de Enfermagem em homenagem ao Dia Internacional da Enfermagem e do Enfermeiro, celebrado em 12 de maio. A programação contou com diversos eventos educativos, como palestras nos períodos da manhã e da noite, durante toda a semana, e oficinas práticas realizadas nos laboratórios de Enfermagem, Informática e Biologia.

Os alunos realizaram ainda uma feira para apresentação de trabalhos, pesquisas e produções desenvolvidas na disciplina de Práticas Educativas. Houve também  apresentações de professores e participação de convidados externos.

 

]]>
DATA04/06/2019
<![CDATA[04/06/2019 - Clínica de Enfermagem da UNIP realiza Campanha de Combate à Hipertensão Arterial Sistêmica ]]> Por Professora Lucilene

As Clínicas de Enfermagem dos campi Vergueiro e Indianópolis realizaram, no dia 26 de abril, a Campanha de Combate à Hipertensão Arterial Sistêmica, que contou com a parceria da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano - EMTU Jabaquara. A ação foi organizada pelos enfermeiros Gecilene Guerreiro, Lucilene Ferreira, Sabrina Gonçalves e Fernando Ferraz Machado, que tiveram o apoio das coordenadoras do curso de Enfermagem, Jaqueline Santos, Priscilla Sete Onofre e Maria Meimei Brevidelli.

Participaram da Campanha alunos do sétimo e do oitavo semestre do curso, sob a supervisão das professoras Maria Meimei Brevidelli, Mariana Turiani e Maria Paula Pires. Foram avaliados 477 pacientes, sendo 52% do sexo feminino e 41,1% da faixa etária de 60 a 74 anos. Do total, 28% apresentaram alteração nos valores aferidos de pressão arterial e 25% nos valores de glicemia capilar. Ao todo, 52 pacientes foram encaminhados para os serviços de pronto-atendimento/pronto-socorro com base na avaliação e nos parâmetros encontrados.

 

]]>
DATA04/06/2019
<![CDATA[03/06/2019 - JUNIP de Araraquara consegue nova cadeira de rodas com o Projeto Lacre Solidário ]]> Por Prof. Roberto Megumi Tomaoka

A JUNIP de Araraquara recebeu, no dia 31 de maio, sua segunda cadeira de rodas, fruto de uma parceria com entidades locais, como o Rotary Araraquara e o Fundo das Instituições Sociais de Araraquara (FISA).

A cadeira de rodas foi obtida em troca de 140 garrafas pet de 2 litros contendo lacres de alumínio, arrecadadas por meio do Projeto Lacre Solidário, uma iniciativa dos alunos-consultores da JUNIP – Consultoria UNIP Júnior de Araraquara. A ideia é aproveitar o potencial que existe no campus, considerando o consumo diário de bebidas pelos frequentadores.

No próximo semestre, será lançado um projeto complementar para a arrecadação de tampas plásticas para serem vendidas. O valor levantado será destinado à compra de matéria-prima para a fabricação de fraldas geriátricas.

]]>
DATA03/06/2019
<![CDATA[02/06/2019 - Curso de Nutrição do campus Goiânia participa do evento Viva a Praça Cívica ]]> Por Profa. Dra. Aline Corado Gomes

Os alunos do curso de Nutrição do campus Goiânia participaram, no dia 2 de junho, da terceira edição do Viva a Praça Cívica. Realizado na histórica Praça Cívica da capital, o evento é organizado pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL) do estado de Goiás com o objetivo de proporcionar um ambiente informativo sobre saúde, lazer e gastronomia para toda a população de Goiânia.

Durante a ação, os alunos do curso de Nutrição, acompanhados e supervisionados pela nutricionista Camila Cintra Gomes, prepararam um espaço receptivo onde realizaram avaliação antropométrica e prestaram orientações nutricionais para a comunidade presente.

]]>
DATA02/06/2019
<![CDATA[31/05/2019 - Clínica de Enfermagem realiza ação de conscientização da síndrome de burnout ]]> Por Professora Lucilene

A Clínica de Enfermagem do campus Vergueiro promoveu uma ação de conscientização sobre a síndrome de burnout, tendo como público-alvo os estudantes da unidade. Realizada no dia 22 de maio, a campanha foi desenvolvida para alertar sobre a ocorrência desse agravo comum em profissionais da Educação e da Saúde, bem como orientar sobre a identificação precoce de seus sinais e sintomas, tratamento e prevenção.

O Ministério da Saúde define a síndrome de burnout, expressão que significa esgotamento, como o “estado físico, emocional e mental de exaustão extrema, resultado do acúmulo excessivo em situações de trabalho que são emocionalmente exigentes e/ou estressantes, que demandam muita competitividade ou responsabilidade.”

A ação foi organizada pelos alunos do sétimo e do oitavo semestres que realizam estágio na Clínica e contou com o apoio da enfermeira Lucilene Ferreira, da coordenadora do curso de Enfermagem, Priscilla Sete Onofre, e com a supervisão da professora Maria Paula Pires.

]]>
DATA31/05/2019
<![CDATA[31/05/2019 - Clínica de Enfermagem do campus Vergueiro participa da Campanha de Vacinação contra Influenza ]]> Por Professora Lucilene

A Clínica de Enfermagem do campus Vergueiro iniciou, no dia 15 de maio, a Campanha de Vacinação contra Influenza (AH1N1/AH3N2/B Colorado), cujo público-alvo preconizado pelo Ministério da Saúde inclui professores e trabalhadores da área da Educação.

Aberta à comunidade, a Campanha recebeu mais de 400 pessoas incluindo gestantes, idosos, crianças e portadores de doenças crônicas. A ação é organizada anualmente, em parceria com a Unidade de Vigilância em Saúde Sé (Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo), e neste ano contou com o apoio das enfermeiras da Clínica, Gecilene Guerreiro e Lucilene Ferreira, e das coordenadoras do curso de Enfermagem no campus, Jaqueline Santos e Priscilla Sete Onofre.

Participaram da Campanha os alunos do sétimo e do oitavo semestre do curso de Enfermagem, sob a supervisão das professoras Maria Meimei Brevidelli e Maria Paula Pires.

 

]]>
DATA31/05/2019
<![CDATA[31/05/2019 - Campus São José do Rio Preto promove seminário sobre luta antimanicomial ]]> Por Danilo Mesquita

No dia 31 de maio, no campus São José do Rio Preto, ocorreu o Seminário Luta Antimanicomial e Políticas Públicas, em parceria com a Secretaria de Saúde municipal. A abertura da programação foi realizada pela representante da Secretaria de Saúde, professora Amena Alcântara Ferraz Cury, e pela coordenadora do curso de Psicologia no campus, Rosana Garcia.

O mês de maio celebra o Movimento da Luta Antimanicomial no Brasil, que ganhou força a partir de 1987 com o Encontro Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental, realizado em Bauru, difundindo o lema “Por uma sociedade sem manicômios”. O Movimento da Luta Antimanicomial é de caráter democrático, com a participação ativa de pacientes e seus familiares, profissionais, estudantes e demais membros da comunidade interessados na defesa dos diferentes modos de ser e na transformação da relação cultural da sociedade com as pessoas com transtornos mentais.

Durante o Seminário, o psicólogo especialista em sexualidade e psicologia clínica, Fausto Martins Geantomasse, falou sobre a luta antimanicomial e suas políticas públicas. Em seguida, foi realizada uma mesa-redonda com representantes de importantes instituições, entre os quais, o representante dos conviventes do CAPS de São José do Rio Preto, Hebert Luiz de Novais; do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional CREFITO/SP, Adriano Conrado; do Conselho Regional de Serviço Social CRESS/SJRP, Elias Augusto Corrêa; do Conselho Regional de Psicologia CRP/SJRP, Fausto Martins Geantomasse; do Conselho Regional de Enfermagem COREN/SJRP, Cléa Dometilde Soares Rodrigues; e a gerente de Saúde Mental Especializada da Prefeitura de São José do Rio Preto, Daniela Pavan Terada. Eles discutiram sobre o tema e trocaram experiências vividas ao longo dos anos.

O evento contou com a participação de profissionais, estudantes de todos os anos do curso de Psicologia, conviventes e familiares dos serviços de saúde mental, além de pessoas da comunidade interessadas no assunto.

 

]]>
DATA31/05/2019
<![CDATA[31/05/2019 - Alunos de MBA apresentam projetos na Câmara Municipal de São Paulo ]]> Por Pós

No dia 31 de maio, os alunos do curso de MBA em Gestão de Obras e Edificações apresentaram projetos durante um workshop realizado na Câmara Municipal de São Paulo sobre Poder público, universidade e a revolução industrial.

Os projetos voltaram-se para temas como responsabilidade socioambiental, plano de gestão inteligente de resíduos sólidos, monitoramento em tempo real, calçada permeável inteligente, meio ambiente, pesquisa e inovações relacionadas a madeira e óleo, tecnologia, Indústria 4.0 e sustentabilidade.

“Nessa nova revolução as tecnologias emergentes, a destinação e o controle do resíduo sólido, assim como a sustentabilidade, as certificações e as inovações generalizadas, são difundidos de maneira muito rápida. Precisamos urgentemente investir na qualificação de novos profissionais e prepará-los para esse desafio mundial”, afirma o professor e organizador do evento Claudio Scheidt Guimarães.

Os avaliadores dos projetos foram:

1º Professor doutor - Aldo Siervo

2º Assessor do Meio Ambiente - Leonardo Machado Maglio

3º Assessor Habitação e Obras - Antonio Castelo Branco

4º Coordenadora dos cursos de MBA em Gestão de Obras e Edificações da UNIP - Renata Alencar

5º Professor - Claudio Scheidt Guimarães

6º Assessor do Governo - Lucas Juste (engenheiro civil e ex-aluno da UNIP, campus Tatuapé)

]]>
DATA31/05/2019
<![CDATA[30/05/2019 - Curso de Educação Física promove Semana de Conscientização à Inclusão ]]> Por Caroline

Entre os dias 14 e 17 de maio, o curso de Educação Física do campus São José do Rio Preto promoveu a Semana de Conscientização à Inclusão, realizada no pátio da Universidade, no período noturno. Com o tema UNIP Paradesportivo, o evento foi idealizado e organizado pelos alunos do quinto semestre, sob a coordenação do professor Altair Moioli, como parte do conteúdo programático da disciplina de Educação Física Adaptada.

Na cerimônia de abertura, o coordenador do curso, Hugo Celso Forti, falou sobre o papel dos profissionais da área da Educação e da Saúde como agentes de transformação social. A diretora de campus, professora Simone Buchala, também se pronunciou, agradecendo a presença de todos e ressaltando a importância de eventos sobre essa temática para a Universidade.

A programação contou com palestras, jogos e apresentações de alunos e convidados, além de dinâmicas interativas. No primeiro dia, foi realizada a palestra Introdução ao esporte sobre cadeiras: adaptação e treinamento, com o treinador Otávio de Paula, técnico da equipe de atletismo PCD (Pessoas com Deficiência), da equipe de natação de Rio Preto nos Jogos Regionais e Abertos e da equipe de Basquete sobre Cadeiras de Rodas do Clube Amigos do Deficiente (CAD-Corinthians). Na mesma noite, houve uma apresentação prática de basquete sobre cadeiras 3 X 3, com atletas do CAD-Corinthians.

No dia 15, o tema da palestra foi Aspectos pedagógicos da aprendizagem do judô para cegos, ministrado pelo professor de judô adaptado do Instituto Rio-Pretense dos Cegos Trabalhadores e pesquisador do Comitê Paraolímpico Brasileiro, Cássio Gustavo Santana Gonçalves. Na sequência, ocorreu uma intervenção prática de judô com alunos do Instituto Rio-Pretense dos Cegos e da UNIP.

Já no dia 16, foi ministrada a palestra A inclusão em sala de aula: o que é e como proceder?, com a fundadora e coordenadora pedagógica do Núcleo de Pesquisa em Educação Indígena de Roraima e diretora Pedagógica do Colégio Zerbini-COOPEN, Arlete Guisso Scaramuzza Nicoletti. Após a palestra, seguiu-se uma apresentação do Grupo de Dança UPDown, formado por crianças com síndrome de Down, juntamente com alunos do curso.

No último dia do evento, os estudantes participaram de duas palestras. A primeira, com o tema Natação paraolímpica: a iniciação, a classificação funcional e a competição, foi proferida pelo especialista em Fisiologia do Exercício e integrante da equipe técnica do Comitê Paraolímpico Brasileiro na modalidade de natação, Fabiano Quirino Pereira. Já a segunda, com o tema Halterofilismo: do treinamento à competição, ficou a cargo do também especialista em Fisiologia do Exercício e integrante da equipe técnica do Comitê Paraolímpico Brasileiro na modalidade de halterofilismo, Alexandro Quirino Pereira. Ao final das palestras, os alunos organizaram um coquetel de confraternização entre os participantes do evento.

A ação teve por objetivo despertar a consciência dos alunos, dos profissionais e da comunidade acadêmica, como educadores e formadores de opinião, e provocar mudanças sociais em relação à conscientização da inclusão, do respeito e do combate ao preconceito e à discriminação de pessoas que apresentam algum tipo de deficiência. Além disso, teve também o propósito de reunir profissionais da mais alta competência para compartilhar suas experiências, contribuindo com a formação dos alunos da Universidade.

A Semana de Conscientização à Inclusão foi um evento interno destinado aos alunos dos cursos de Educação Física que contou, também, com a participação dos alunos dos cursos de Pedagogia, Psicologia e Fisioterapia.

]]>
DATA30/05/2019
<![CDATA[29/05/2019 - Professora e alunos de pós-graduação participam de livro de grupo internacional ]]> Por Pós

A partir de 1º de julho de 2019, o livro Transdisciplinarity and Translationality in High Dilution Research - Signals and Images GIRI Series  estará disponível em formato impresso e e-book em diversos canais eletrônicos.

Coeditada pela professora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Patologia Ambiental e Experimental da UNIP, Leoni Bonamin, a obra é um conjunto completo e atualizado de evidências científicas sobre homeopatia. Contando com pesquisadores da Índia, Reino Unido, Eslovênia, França e Brasil, o livro inclui entre seus autores ex-alunos do Programa de Pós-Graduação da UNIP, como Aloisio Carvalho, Juliana Amaral e Thayná Cardoso.Trata-se de uma coletânea de pesquisas físicas e biológicas sobre altas diluições e homeopatia, realizadas entre 2009 e 2019, no seio do Groupe International de Recherche sur l´Infinitésimal (GIRI), a primeira sociedade científica dedicada ao tema, fundada na França, em 1985.

]]>
DATA29/05/2019
<![CDATA[28/05/2019 - Coordenadora auxiliar do curso de Letras lança seu segundo livro ]]> Por Prof. Ligia Menna

No dia 25 de maio, a coordenadora auxiliar do curso de Letras do campus Chácara Santo Antônio, Lígia Menna, lançou seu segundo livro, intitulado A literatura infantil além do livro (Bonecker Editora).

A obra, fruto de tese de doutorado defendida na FFLCH-USP, discorre sobre a história da literatura infantil no Brasil e em Portugal construída além do suporte livro. No contexto da década de 1930, destaca-se a importância do jornal português O Senhor Doutor e da revista brasileira O Tico–Tico na formação de leitores, na educação informal e na história da literatura infantil. Em sua análise, Lígia Menna leva em conta a existência de diferentes concepções de infância e tendências pedagógicas, assim como a própria materialidade dos textos publicados nos periódicos.

Durante o evento, que ocorreu no restaurante O Consulado Cozinha Brasileira, em São Paulo, houve apresentação musical de Nico Antônio (voz e violão), Victor Menna (gaita) e Priscilla Pearl (voz), com registro fotográfico do professor Adilson Oliveira.

Além de familiares, amigos e alunos, estiveram presentes a coordenadora geral do curso de Letras, Roseli Gimenes; a diretora do campus Cidade Universitária, Sandra Regina Kuka Mutarelli; a coordenadora do curso de Letras EaD, Cielo Festino; as coordenadoras auxiliares do curso de Letras, Joana Ormundo e Simone Gonzalez; as professoras Ana Lúcia Machado da Silva, Andréa Cotrim e Solange Gervai; e a líder da tutoria a distância da pós-graduação em EaD, Nanci Reis da Cruz Machado.

]]>
DATA28/05/2019
<![CDATA[28/05/2019 - Programa de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção promove Tech Day sobre COBOT ]]> Por Pós

O Programa de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção da UNIP realizou, no dia 28 de maio, no campus Indianópolis, o Tech Day em Programação de Robôs Colaborativos (COBOTs). O evento foi organizado pelos professores pesquisadores José Benedito Sacomano, Márcia Terra da Silva, Rodrigo Franco Gonçalves e Silvia Helena Bonilla, e contou com o apoio do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), vinculado à Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIP

A atividade, que teve como objetivo promover a troca de conhecimento sobre as novas tecnologias para complementar o conteúdo da disciplina Gestão da Produção na Indústria 4.0, contou com a presença da Universal Robots e da Elipse Software, parceiras na implementação de robôs colaborativos em diversas empresas.

O engenheiro Gustavo Salomão, gerente da Elipse, fez uma introdução sobre a situação atual das indústrias brasileiras no que tange à integração da digitalização com os equipamentos, salientando as soluções oferecidas pelos softwares desenvolvidos pela empresa. Devido a essa integração, é possível extrair informações que auxiliarão na otimização do desempenho e prevenção de problemas nos equipamentos.

Em seguida, o gerente de tecnologia da Universal Robots, engenheiro Tomas Lerbach, permitiu ao público o acesso ao Robô Colaborativo (COBOT, segundo a terminologia adotada na atualidade) modelo UR3e. Por meio da interface de programação própria, que se mostrou fácil, versátil e amigável, os alunos puderam se familiarizar com as rotinas do robô in loco. Por sua vez, o engenheiro Marco Antônio Gomes Silva, também da Elipse Software, compartilhou o monitoramento em tempo real de algumas variáveis do COBOT enquanto este realizava as rotinas programadas.

O evento contou com a participação de professores, estudantes e profissionais interessados em conhecer melhor as potencialidades da adoção de COBOTs e suas características de flexibilidade e de adaptação a espaços pequenos.

]]>
DATA28/05/2019
<![CDATA[24/05/2019 - Campus Vergueiro promove premiação do Festival de Minidocumentários ]]> Por Professor Marco Moretti

Com tema livre, o Festival de Minidocumentários é realizado anualmente no campus Vergueiro, do qual podem participar alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade & Propaganda da unidade. No dia 16 de maio, no período da manhã, ocorreu no auditório do campus a cerimônia de premiação dos vencedores de 2019.

Neste ano, quatro vídeos foram finalistas: Suzano, O Brasil – USA e Ansiedade, do curso de Jornalismo, e Revolta, do curso de Publicidade e Propaganda.

As categorias e os alunos vencedores foram:

- Melhor Edição: João Martins, Cheila Baum e Ygor Kassab, curso de Jornalismo, com o vídeo O Brasil – USA.

- Melhor Som: Gabriel Cleuso e Danilo Miranda, curso de Jornalismo, com o vídeo Suzano.

- Melhor Fotografia: Lucas Pinheiro, curso de Publicidade e Propaganda, com o vídeo Revolta.

- Melhor Roteiro: Pedro Henrique, curso de Jornalismo, com o vídeo Ansiedade.

- Melhor Direção: João Martins, Cheila Baum e Ygor Kassab, curso de Jornalismo, com o vídeo O Brasil – USA.

- Melhor Vídeo: Gabriel Cleuso e Danilo Miranda, curso de Jornalismo, com o vídeo Suzano.

]]>
DATA24/05/2019
<![CDATA[24/05/2019 - Campus São José do Rio Preto promove palestra para os alunos de Fisioterapia ]]> Por Caroline

Os alunos do primeiro semestre do curso de Fisioterapia do campus São José do Rio Preto participaram, no dia 17 de maio, de uma palestra organizada pela professora Cleide Monteiro e pelo coordenador auxiliar do curso, Marcelo Barboza. O tema Qual o caminho para o sucesso? foi discutido pela fisioterapeuta Juliana Thiemi Imano.

Juliana Thiemi é pós-graduada em Fisioterapia do Trabalho e Ergonomia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), em Acupuntura pelo Unisalesiano Lins e especialista em Fisioterapia Quiropráxica pelo Instituto André Santos.

O evento fez parte da disciplina Corporeidade e Motricidade Humana. Segundo a professora Cleide Monteiro, “o tema é de muita importância para os acadêmicos identificarem as áreas de atuação como futuros profissionais, além de motivá-los na busca de conhecimento e aprendizado em Fisioterapia.”

]]>
DATA24/05/2019
<![CDATA[24/05/2019 - Campus Araraquara realiza a Décima Oitava Jornada Farmacêutica ]]> Por Profa. Maira Marques S. Perez

Entre os dias 20 e 22 de maio, ocorreu a Décima Oitava Jornada Farmacêutica no campus Araraquara, que abordou temas atuais e de interesse dos alunos que pretendem atuar na área farmacêutica. A abertura e o encerramento do evento contaram com apresentações artísticas, como balé em cadeira de rodas com as bailarinas Dayane Machado e Silvana Soares e dança do vente com alunas da Academia Motricidade, de São Carlos.

Durante a Jornada, foram apresentadas as seguintes palestras:

- Atuação farmacêutica em terapias quânticas orientais com ênfase em acupuntura sistêmica e auriculoterapia, com a doutora em Ciências Farmacêuticas e especialista em terapias orientais, Thaís Regina Ferreira de Melo.

- Da faculdade até a perícia: os desafios e as responsabilidades do farmacêutico, com o farmacêutico mestre em Química Geral e Inorgânica, José Roberto Stefanelli Jr.

- Papel do farmacêutico clínico no âmbito hospitalar, com a farmacêutica clínica do Hospital Estadual de Américo Brasiliense, Tatiani Sorregotti.

- Farmacovigilância: importância do farmacêutico para a segurança do uso de medicamentos, com a farmacêutica clínica do Hospital Estadual de Américo Brasiliense, Marília Amaral Costa Frangioti.

- O processo de descoberta de novos fármacos e desafios da pesquisa nas universidades, com a professora e pesquisadora chefe do Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos da Unesp Araraquara, Chung Man Chin.

No último dia do evento, foram apresentados os Trabalho de Conclusão de Curso dos alunos que se formarão em agosto de 2019.

A Jornada arrecadou ainda aproximadamente 300 embalagens individuais (250 ml) de sucos, achocolatados e afins, como taxa de inscrição simbólica. Os produtos foram encaminhados para a geladeira solidária que atende o Centro Oncológico de Araraquara (CORA).

]]>
DATA24/05/2019
<![CDATA[23/05/2019 - Campus Paulista promove palestra para o curso de Produção Audiovisual ]]> Por Fernanda Milani

No dia 23 de maio, os alunos do curso de Produção Audiovisual do campus Paulista, sob a coordenação do professor Ney Aluxan, assistiram a uma palestra do produtor de cinema Eduardo Hentschel, que falou sobre o mercado e as profissões do futuro na área da Produção Audiovisual.

Hentschel é produtor audiovisual, cofundador da rede social SuperCinema e professor do curso de Pós-Graduação em Direção Audiovisual da UNIP. Ao abordar o tema em discussão, destacou que a procura por profissionais especializados na área de vídeo vem crescendo a cada ano, impulsionada pela indústria do cinema e das mídias sociais. Apontou também a ligação da Produção Audiovisual com outras áreas do conhecimento. Na produção de um filme, por exemplo, há demanda por profissionais de diversas áreas no set de filmagem, tais como, nutricionista, advogado, segurança do trabalho, maquiador de efeito especial, engenheiros de efeitos especiais.

O professor relatou ainda sua experiência na produção de curtas premiados e do longa Diário de um Exorcista – Zero, dirigido por Renato Siqueira. Com produção independente, o longa foi o primeiro filme nacional sobre exorcismo e possessões, com base em acontecimentos verídicos, a entrar no catálogo na Netflix para ser exibido em 86 países. Segundo Hentschel, “apesar das dificuldades, foi possível alinhar experiências e parcerias para realizar a produção com custo relativamente baixo, se comparado às produções nacionais no geral.”

Por fim, foi apresentado o filme A caçada, produzido recentemente por estudantes do curso de Pós-Graduação em Direção Audiovisual. Em seguida, os alunos tiveram a oportunidade de assistir ao making of dessa produção, que levou dois dias para as gravações e muitas horas destinadas à edição de áudio e efeitos especiais.

Para o professor Ney Aluxan, o contato com profissionais do cinema visa complementar a formação dos alunos, bem como possibilitar uma proximidade com o mercado de trabalho e abrir um leque de oportunidades e de networking. “Somos todos cineastas, só precisamos de uma ideia na cabeça, uma vez que já andamos sempre com uma excelente câmera na mão, guardadas as proporções relacionadas ao tipo de lente”, concluiu o coordenador, se referindo aos smartphones, que possibilitam atualmente a realização de trabalhos para serem apresentados em festivais de diversas categorias.

]]>
DATA23/05/2019
<![CDATA[23/05/2019 - Campus São José do Rio Preto promove palestra sobre Qualidade de Vida e Sedentarismo ]]> Por Danilo Mesquita

No dia 21 de maio, o curso de Educação Física do campus São José do Rio Preto promoveu uma palestra sobre Qualidade de vida e sedentarismo, com o professor especialista em Fisiologia e Biomecânica do Exercício Físico, Marcelo Jamil Humsi. Direcionado aos alunos do primeiro ano do curso e convidados, o evento ocorreu no teatro da unidade, no período noturno.
Segundo o especialista, mesmo que a rotina ou a preguiça tentem prevalecer, é necessário iniciar o quanto antes a busca pela saúde e pela qualidade de vida. “É preciso treinar pelo menos 4 a 5 vezes por semana. Se tomar essa decisão e focar nela, você terá sucesso. Caso contrário, jamais sentirá os reais benefícios do treinamento, por isso, não busque soluções rápidas. Você apenas precisa treinar constantemente, sempre com a orientação de um bom profissional, e encarar isso como parte da sua rotina”, reforçou o palestrante.

Jamil Humsi possui também especialização em Atividade e Exercício Físico na Prevenção de Doenças e Promoção da Saúde e diversos cursos nas áreas de treinamento funcional, preparação física, prevenção de lesões e nutrição esportiva, além de ser faixa Preta 2º Dan em tae kwon do.

]]>
DATA23/05/2019
<![CDATA[23/05/2019 - Doutorando em Engenharia de Produção propõe uma nova metodologia de ensino ]]> Por pós

Em pesquisa orientada pelo professor José Benedito Sacomano, o doutorando Pedro José Gabriel Ferreira, também professor e coordenador do curso de Engenharia da UNIP, propõe uma nova forma de ensino para os cursos de Engenharia, chamada Maker Smart Education (MsE).

“Com o avanço tecnológico na indústria e a quarta revolução industrial (Indústria 4.0), surge a necessidade da formação de engenheiros com capacidades específicas para atuar em um mercado cada vez mais competitivo”, explica o pesquisador sobre sua proposta. A Universidade Paulista – UNIP apoia o desenvolvimento da metodologia com a implantação de novos laboratórios, como o Laboratório Maker e o Lab. 4.0, nos quais novas ferramentas educacionais são utilizadas, como a realidade virtual e a impressão 3D.

O projeto também recebe o apoio da Mitsubishi Electric, que fornece equipamentos e treinamento para a montagem do laboratório 4.0. A empresa é um dos principais nomes mundiais em produtos de automação industrial e na fabricação e venda de produtos e sistemas elétricos e eletrônicos utilizados em uma ampla gama de aplicações.

]]>
DATA23/05/2019
<![CDATA[23/05/2019 - Programa de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção participa da EXPOMAFE 2019 ]]> Por pós

O Programa de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção da UNIP, representado pelo Grupo de Pesquisa sobre Indústria 4.0, liderado pelo professor José Benedito Sacomano, marcou presença na Segunda EXPOMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial. O evento foi realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), de 7 a 11 de maio de 2019, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center.

A EXPOMAFE 2019 contou com mais de 750 marcas expositoras, nacionais e internacionais, representando uma grande possibilidade de aprendizagem e intercâmbio de ideias, além de propiciar novas oportunidades para expositores e visitantes. Quatro instituições privadas de ensino participaram da feira, entre elas a UNIP, que se destacou com seu estande, no qual apresentou soluções para a Indústria 4.0, como a impressora 3D, e kits CLP de ensino, desenvolvidos pela Universidade e expostos para testes. A impressora 3D funcionou durante todos os dias do evento, para que alunos e visitantes pudessem se familiarizar com essa nova possibilidade de impressão. No estande, também ficou em exposição o livro Indústria 4.0, escrito por professores e alunos do Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção da UNIP e publicado pela Editora Blucher.

A UNIP colaborou ainda nas atividades do Parque de Ideias, promovendo palestras e discussões. A convite da Universidade, o professor da USP Mauro de Mesquita Spinola falou das Pesquisas internacionais sobre a Indústria 4.0, destacando os elementos tecnológicos da quarta revolução industrial, como a Internet das Coisas, a Internet de Serviços e os sistemas físicos-cibernéticos. Já o professor José Benedito Sacomano e seu orientando Pedro Gabriel Ferreira discorreram sobre O papel do ensino da Engenharia na Indústria 4.0. Eles destacaram a mudança de paradigmas gerada com a nova Revolução Industrial e a necessidade de se definir um arcabouço conceitual para estudar o impacto dessas transformações nas atividades produtivas. Em seguida, apresentaram o projeto de pesquisa do doutorando Pedro Ferreira, que propõe uma nova forma de ensino para os alunos dos cursos de Engenharia da UNIP, visando sua capacitação para atuarem adequadamente no mercado de trabalho.

O Programa de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção tem contribuído para o entendimento do fenômeno da Indústria 4.0 de forma inovadora, com disciplinas que integram aspectos conceituais e palestras de diretores de empresas que trabalham com as novas tecnologias e oferecem o seu know-how aos estudantes.

]]>
DATA23/05/2019
<![CDATA[22/05/2019 - Alunos de Pedagogia realizam trabalhos sobre a organização de cantos na Educação Infantil ]]> Por Profª Célia Pereira da Silva Coordenadora do curs

No dia 22 de maio, no saguão do campus Cidade Universitária, os alunos do segundo e do terceiro semestre do curso de Pedagogia, período matutino, apresentaram trabalhos sobre o tema A organização dos cantos na rotina da Educação Infantil. Prevista no Plano de Ensino da disciplina de Orientação e Prática na Infância, a atividade ocorreu sob orientação da professora Ana Lúcia Daniels, juntamente com a coordenadora do curso na unidade, Célia Pereira da Silva.

A disciplina tem como objetivo desenvolver competências e habilidades requeridas para o ato pedagógico, a organização da dinâmica da prática pedagógica na Educação Infantil e a atuação profissional do pedagogo na formação e aprendizagem da criança. Nesse sentido, a apresentação dos trabalhos visou contribuir para que os futuros pedagogos compreendam a importância dos cantos temáticos como forma de organização do ambiente e da sala de aula como espaço agradável e estimulador de aprendizagem.

A atividade também propiciou uma reflexão sobre a caracterização da Educação Infantil, discutindo a definição de ambiente e espaço, além da assimilação das formas de montagem de cantos temáticos na sala de aula da Educação Infantil e das séries iniciais do Ensino Fundamental.

Segundo a coordenadora Célia Pereira, “os alunos apresentaram ótimos trabalhos, expondo possibilidades, recursos e estratégias para facilitar a realização de um canto temático, com o objetivo de envolver alunos e professores num processo de aprendizagem motivadora”.

]]>
DATA22/05/2019
<![CDATA[22/05/2019 - Drauzio Varella, pesquisador da UNIP, é entrevistado pela revista Pesquisa FAPESP ]]> Por Fernanda Milani

O médico oncologista Drauzio Varella, pesquisador da UNIP e cofundador do Curso Objetivo, foi o entrevistado para a seção Saúde da revista da Pesquisa FAPESP de maio de 2019. Varella conversou sobre sua experiência com o tratamento dos primeiros casos de Aids no Brasil e sobre sua atividade educativa nos grandes meios de comunicação, que o tornou um dos médicos mais conhecidos do país.

Na entrevista, assinada por Alexandra Ozorio de Almeida e Neldson Marcolin, o médico relembrou o início dos estudos de biotecnologia no Brasil, quando organizou um curso que incluía um passeio no barco Escola da Natureza da Universidade Paulista - UNIP, na Amazônia, ocasião em que esteve presente o cientista Robert Gallo, pesquisador reconhecido como um dos descobridores do vírus HIV.

Motivado por Robert Gallo, que quis saber se extratos de plantas eram ali analisados e testados, Varella iniciou uma intensa pesquisa científica com plantas da Amazônia. Em 1996, começou a coordenar o projeto Seleção, extração e identificação de novas drogas antitumorais e antibacterianas de plantas brasileiras.

Com a necessidade de se armazenar adequadamente amostras herborizadas das plantas que vinham sendo coletadas e utilizadas para a produção de extratos, criou-se, em 1997, o Laboratório de Extração da UNIP, que posteriormente passou a se chamar Núcleo de Pesquisas em Biodiversidade da UNIP, o NPBio-UNIP. Localizado no campus Paulista, o NPBio possui atualmente cerca de 11 mil exsicatas e conta com extratoteca composta de mais de 2.200 extratos obtidos de plantas da floresta amazônica e da Mata Atlântica.

Confira a entrevista completa na revista Pesquisa FAPESP e conheça mais sobre o Núcleo de Pesquisas em Biodiversidade da UNIP.

]]>
DATA22/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - Curso de Estética e Cosmética promove Desfile de Imagem Pessoal no campus Goiânia ]]> Por Profa. Cristina de Sousa Dias

No dia 21 de maio, o curso de Estética e Cosmética presenteou toda a comunidade acadêmica do campus Goiânia e convidados externos com um Desfile de Imagem Pessoal. A atividade foi organizada pela coordenadora do curso na unidade, Cristina de Sousa Dias, pelas alunas do segundo e do terceiro semestre e pelo professor Jankalle José.

Com edição anual, a atividade ocorre sempre no primeiro semestre letivo e busca apresentar as últimas tendências de maquiagem, penteados, vestimentas e figurinos. A cobertura fotográfica e o cerimonial foram realizados pela empresa Dias em Cena Eventos.

O desfile ocorreu nos períodos matutino e noturno. Pela manhã, com o título Working divas, a apresentação abordou a questão do ingresso da mulher no mercado de trabalho em profissões com predominância masculina. Na parte da noite, o desfile tratou do tema As riquezas do Brasil, ilustrando a fauna, a flora, as pedras preciosas, a caatinga, o cerrado e as comidas típicas do país.

]]>
DATA21/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - Curso de Educação Física promove Festival de Ginástica Artística ]]> Por Thainá Garcia

No dia 20 de maio, com organização da professora Cleide Monteiro e do coordenador Hugo Forti, os alunos do curso de Educação Física do campus São José do Rio Preto realizaram o Festival de Ginástica Artística.

O evento contou com a presença dos alunos do segundo ano do curso, períodos diurno e noturno (bacharelado e licenciatura). A abertura foi realizada pela Equipe Rio-Pretense de Ginástica Artística e, em seguida, os alunos apresentaram séries obrigatórias de ginástica.

]]>
DATA21/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de abril de 2019 ]]> Por Pós

Data da defesa: 08/04/2019

Autor: Claudio Monico Innocencio

Orientador: Profa. Dra. Irenilza de Alencar Nääs

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: Influência da infraestrutura logística no transporte de aves

Resumo: A estabilidade da carga nos caminhões de transporte de frangos de corte sob condições de infraestruturas variadas depende da qualidade das estradas e seus pavimentos, além da vibração mecânica decorrente do processo logístico. Neste estudo, objetivou-se analisar a operação logística de transporte de aves vivas, com foco na relação entre a vibração da carga e a infraestrutura das estradas e seus respectivos pavimentos. Para isso, realizou-se uma operação logística envolvendo o transporte de uma carga similar à carga de aves vivas para o abate, os fatores de peso total transportado, o tipo de caminhão e o tipo de dimensionamento do compartimento de carga (baú). A carga similar foi composta por ração animal embalada em sacarias, com peso total de 12.000 kg, distribuída de maneira uniforme por todo o baú. O caminhão em questão foi um trucado (capacidade de 15.000 kg) com as mesmas dimensões de baú utilizadas pela média dos transportadores de aves, ou seja, contendo aproximadamente 10 metros de profundidade, 2,5 metros de largura e 3,90 metros de altura. O trecho percorrido pelo caminhão foi de uma fábrica da ração em São Paulo (capital) até a distribuidora de rações animais, localizada na cidade de Contagem (MG). Foi utilizado um acelerômetro Svantek, modelo SV 106, colocado em pontos variados dentro da carga, parametrizado com os requisitos da NHO 09, norma técnica que objetiva estabelecer critérios e procedimentos para a avaliação da exposição ocupacional às vibrações de corpo inteiro (VCI). Oito eventos foram medidos em um tempo total de 19,28 h, em um trajeto cuja distância foi de 1.105 km, a uma velocidade média de 57 km/h, com qualidade de pavimento variada e de topografias diferentes. Os resultados indicam que as maiores vibrações no compartimento de carga (0,828 m/s², 1,121 m/s², 2,151 m/s² e 1,299 m/s²) ocorreram nos trechos da rodovia em que havia os maiores problemas na qualidade do pavimento, esteja este compartimento carregado ou não.

 

Data da defesa: 15/04/2019

Autor: Vanderlei Hilário dos Santos

Orientador: Prof. Dr. Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: O outsourcing como solução para problemas de tecnologias

Resumo: Este trabalho tem por objetivo apresentar e discutir a questão do outsourcing para a terceirização de serviços por empresas interessadas, como forma de agilizar seus processos e obter vantagens na realização de suas atividades. Foi usada uma pesquisa referencial e foram desenvolvidos dois artigos que ilustram aspectos da utilização do outsourcing e de verificação de sua aceitação por profissionais e por uma grande instituição bancária que se valeu dessa possibilidade. As conclusões apontam as vantagens de utilização do outsourcing, destacando-se a transferência de responsabilidade por ações especializadas de tecnologia por empresas mais capacitadas a executá-las eficazmente.

 

Data da defesa: 15/04/2019

Autor: Aparecido Donizeti Rodrigues

Orientador: Profa. Dra. Heloísa Duarte Valente

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: Esse amor que me mata... Tristeza Do Jeca

Resumo: Esta dissertação apresenta os resultados da pesquisa realizada com o objetivo de investigar o gênero musical sertanejo, bem como de duplas de cantores sertanejos que se distinguiram das demais. Por causa de sua performance, essas duplas – aqui tratadas como “matrizes” – conquistaram as mídias, em virtude de terem criado marcas distintas. Tais matrizes são compostas pelas duplas: Tonico e Tinoco, exemplo da música caipira de raiz, que sempre manteve a poética representativa das origens interioranas, apropriando-se de variante linguística do linguajar acaipirado, tanto na canção quanto no diálogo – vale lembrar que os irmãos foram influenciados por artistas da “Turma Caipira”, de Cornélio Pires, e vivenciaram o preconceito da música caipira provocado pelo “Jeca”, personagem criado por Monteiro Lobato; Pedro Bento e Zé da Estrada, por inserir no gênero sertanejo a cultura mexicana; Léo Canhoto e Robertinho, por substituir a viola pela guitarra e pelo uso de cabelos longos; Cacique e Pajé, por representar o índio brasileiro. Contudo, começamos falando de Jararaca e Ratinho e Alvarenga e Ranchinho, por serem as duplas que mais atuaram em obras cinematográficas e pelo fato de que três das quatro matrizes participaram de filmes como “pontas” ou protagonistas. Mostramos em seguida, numa linha do tempo, a história da música caipira, desde seu nascimento até o presente século XXI, com ênfase na dupla Chitãozinho e Xororó, pois foi através deles que as rádios FM passaram a abarcar a midiatização desse gênero musical. Por fim, apresentamos os resultados de uma breve pesquisa sobre a dupla João Bosco e Vinícius, considerada a pioneira do “sertanejo universitário”.

 

Data da defesa: 29/04/2019             

Autor: Bruna Cristina Garcia Silva Orlando

Orientador: Profa. Dra. Maria Martha Bernardi

Programa: Mestrado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Prejuízo na interação social do camundongo mutante equilíbrio: redução da memória olfatória, percepção espacial e da área de astrócitos no colículo superior e aumento na atividade da serotonina no córtex frontal

Resumo: O camundongo mutante recessivo denominado equilíbrio (eqlb) apresenta deficiência de equilíbrio e incoordenação motora e foi desenvolvido utilizando o agente químico N-ethyl-N-nitrosourea (ENU). O mapeamento genético identificou a mutação no gene NADPH oxidase 3 (Nox3), cromossomo 17, descrito como responsável por defeitos vestibulares e na formação das otocônias. Foi observado que esses camundongos, entre outros déficits, não apresentavam comportamento agressivo entre machos, sugerindo prejuízo de seu comportamento social. O objetivo deste trabalho foi estudar o comportamento social dos camundongos eqlb e identificar qual ou quais seriam as causas que levariam à ausência desse tipo de agressividade. Foram avaliados em camundongos eqlb e BALB/c: 1) comportamento social e agressivo de machos em colônias estáveis e diante de um intruso; 2) comportamento social agressivo por isolamento; 3) memória olfatória; 4) percepção espacial; 5) níveis de serotonina e metabólito no córtex frontal; e 6) índice por área de astrócitos no colículo superior. Com relação aos camundongos BALB/C, os camundongos eqlb mostraram: 1) menor interação social entre os animais em colônias estáveis; 2) maior interação social com o intruso, sendo atacados por mais tempo pelo intruso; 3) quando isolados, interagiram menos com o intruso e exploraram mais a gaiola; 4) maior latência no teste olfatório; 5) maior imobilidade no teste de suspensão da cauda; 6) maior atividade do sistema serotoninérgico do córtex frontal; e 7) redução no índice por área de astrócitos no colículo superior. Conclusões: sugere-se que a menor interação social na colônia estável, a maior interação social com o camundongo estranho, bem como a ausência de resposta a agressão do intruso do camundongo eqlb, possam ser consequências de déficits na memória olfatória, da percepção espacial, do aumento da atividade serotoninérgica no córtex frontal e da redução do índice por área de astrócitos no colículo superior.

 

]]>
DATA21/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - UNIP e Objetivo oferecem palestras na Expo CIEE 2019 ]]> Por Roberta Abrahao

Será oferecida programação intensa com 51 palestras – 24 da UNIP e 27 do Objetivo – sobre orientação profissional, atualidades, vivência e carreira universitária e mercado. As palestras voltam-se para o conhecimento da área profissional, com abordagens diretas sobre a realidade do mercado de trabalho nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas e Tecnológicas, sobre o Enem e demais vestibulares. Nos três dias do evento, estão programadas também palestras no Auditório Bradesco

 

A PROGRAMAÇÃO COMPLETA SEGUE AO FINAL DESTE

Conhecimento e informação são ferramentas essenciais para escolher uma profissão. A insegurança e a indecisão são características marcantes dos jovens que estão às vésperas dos vestibulares. E a angústia só aumenta diante das centenas de opções de carreiras e de oportunidades de trabalho.

Pensando nisso, a Universidade Paulista – UNIP e o Curso Pré-Vestibular Objetivo participarão da Feira Expo CIEE, que ocorre de 23 a 25 de maio, no Pavilhão da Bienal no Ibirapuera, em São Paulo. Será realizada uma série de atividades que visam orientar os jovens universitários quanto à escolha da carreira.

No estande (localizado na Rua 32), sempre a partir das 9h30, serão oferecidas palestras sobre carreiras e profissões, da teoria à prática, com dados atuais sobre a realidade no mercado de trabalho e as perspectivas profissionais. Os palestrantes estarão disponíveis para entrevistas.

Outro destaque é o processo seletivo para a graduação presencial, para o segundo semestre de 2019, que a UNIP oferecerá com inscrições gratuitas no evento.

A rodada de palestras da UNIP inclui, entre outras: Os desafios da arquitetura e dourbanismo contemporâneos; A importância da vivência no exterior para o mercado de trabalho; Possibilidade de atuação profissional na área de Letras: tradução, ensino e pesquisa; O impacto da inovação para a administração; Medicina Veterinária: o que esperar do curso e onde atuar como profissional.

Já no auditório do Objetivo,os estudantes contarão com aulas-show com os professores do Curso Objetivo e palestras sobre orientação profissional e carreiras, que visam solucionar as dúvidas de quem está se preparando para o Enem e os demais vestibulares, assim como daqueles que desejam estudar no exterior.

Muitos temas serão desenvolvidos, tais como: Educação internacional e carreiras no exterior; ENEM: o novo cenário do vestibular; Inglês: do ENEM para o mundo. Globalize-se!; Construção de carreira: que aspecto considerar em minhas escolhas; Corrida espacial: 50 anos do homem na Lua. Os palestrantes estarão disponíveis para entrevistas.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA  UNIP – OBJETIVO
EXPO CIEE 2019

UNIP

Quinta-feira – 23/05

Horário: 9h40 às 10h10
Curso: Arquitetura e Urbanismo
Palestrante: Ana Elena Salvi
Título: Os desafios da arquitetura e do urbanismo contemporâneos

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: Administração  
Palestrante: Prof. Me. Leo Noronha
Título: Inteligência emocional e autoconhecimento

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: Fotografia
Palestrante: Prof. Egidio Toda
Título: O universo da fotografia

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Cultura Care
Palestrante: Bianca de Moraes
Título: A importância da vivência no exterior para o mercado de trabalho

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Relações Internacionais 
Palestrante: Prof. Luiz Fernando Sperancete
Título: O profissional de Relações Internacionais no século XXI

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: Veterinária  
Palestrante: Profa. Juliana
Título: Medicina Veterinária: o que esperar do curso e onde atuar como profissional

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Psicologia
Palestrante: Profa. Claudia Ruggi
Título: Psicologia: ciência e profissão

Horário: 16h30 às 17h10
Curso: Odontologia
Palestrante: Profa. Camila Santos
Título: Odontologia: o curso e a profissão

Sexta-feira – 24/05

Horário: 9h40 às 10h10
Curso: Biomedicina
Palestrante: Prof. Márcio Alves
Título: Biomedicina em foco

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: R122
Palestrante: Juliana de Lacerda Camargo
Título: O que são competências e como desenvolvê-las?

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: Psicologia
Palestrante: Simone Meyer Sanches Mendes
Título: Psicologia do esporte

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Fotografia 
Palestrante: Prof. Egidio Toda
Título: O design gráfico, a fotografia e o audiovisual

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Veterinária
Palestrante: Profa. Juliana
Título: Medicina Veterinária: o que esperar do curso e onde atuar como profissional

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: Recursos Humanos
Palestrante: Profa. Maria Emília Loppuff dos Santos
Título: Gestão estratégica de recursos humanos

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Arquitetura e Urbanismo
Palestrante: Ana Elena Salvi
Título: Os desafios da arquitetura e do urbanismo contemporâneos

Horário: 16h30 às 17h10
Curso: Cultura Care
Palestrante: Mariane Prestes
Título: A importância da vivência no exterior para o mercado de trabalho

Sábado – 25/05

Horário: 9h40 às 10h10
Curso: Letras
Palestrante: Profa. Joana Ormundo
Título: Possibilidade de atuação profissional na área de Letras: tradução, ensino e pesquisa

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: Recursos Humanos
Palestrante: Profa. Maria Emília Loppuff dos Santos
Título: Gestão estratégica de recursos humanos

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: Cultura Care
Palestrante: Bianca de Moraes
Título: A importância da vivência no exterior para o mercado de trabalho

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Fotografia 
Palestrante: Prof. Egidio Toda
Título: A fotografia e suas composições

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Arquitetura e Urbanismo
Palestrante: Ana Elena Salvi
Título: Os desafios da arquitetura e do urbanismo contemporâneos

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: Veterinária
Palestrante: Profa. Juliana
Título: Medicina Veterinária: o que esperar do curso e onde atuar como profissional

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Administração
Palestrante: Prof. Robson Paz Vieira
Título: O impacto da inovação para a administração

Horário: 17h30 às 18h10
Curso: Design Gráfico
Palestrante: Prof. Ricardo Senise
Título: O que faz um designer gráfico

OBJETIVO

Quinta-feira – 23/05

Horário: 9h30 às 10h10
Curso: R122
Palestrante: Patricia Schuindt
Título: Carreira: uma mensagem para o futuro

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: UNIP
Palestrante: Eduardo Hentschel
Título: Profissões do futuro no audiovisual

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: IE
Palestrante: Luciana Batista
Título: Educação internacional e carreiras no exterior

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Geografia
Palestrante: Antonio de Carvalho Junior
Título: ENEM: o novo cenário do vestibular

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Geografia
Palestrante: Antonio de Carvalho Junior
Título: As questões de atualidades nos vestibulares

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: Relações Internacionais
Palestrante: Luiz Fernando Sperancete
Título: Relações Internacionais: o profissional de Relações Internacionais no século XXI

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Inglês
Palestrante: Elaine Callegari
Título: Inglês: do ENEM para o mundo. Globalize-se!

Horário: 16h30 às 17h10
Curso: Junip
Palestrante: Enio Ferigato
Título: Gestão de carreiras

Horário: 17h30 às 18h10
Curso: Master Coaching
Palestrante: Meriane Lombardi
Título: Carreiras e mercados

Sexta-feira – 24/05

Horário: 9h40 às 10h10
Curso: Orientação Profissional
Palestrante: Angelica Licciardi
Título: Escolha de profissões

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: Orientação Internacional
Palestrante: Carolina Martin
Título: Como se candidatar para uma universidade no exterior

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: Nestlé
Palestrantes: Lia Gurjão e Ana Schiavone
Título: Carreiras

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Orientação Profissional
Palestrante: Angelica Licciardi
Título: Escolha de profissões

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Orientação Internacional
Palestrante: Carolina Martin
Título: Como se candidatar para uma universidade no exterior

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: Consultoria de Coaching
Palestrante: Patricia Schuindt
Título: Construção de carreira: que aspecto considerar em minhas escolhas

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Consultoria Financeira e Administrativa
Palestrante: Jorge Zanesco
Título: As tendências que estão transformando o trabalho: uma reflexão na visão das startups

Horário: 16h30 às 17h10
Curso: Português
Palestrante: Valquiria de Souza Costa
Título: Redação para o ENEM

Horário: 17h30 às 18h10
Curso: Português
Palestrante: Valquiria de Souza Costa
Título: Compreensão de texto: ENEM e vestibulares

Sábado – 25/05

Horário: 9h40 às 10h10
Curso: História 
Palestrante: Ricardo Felipe di Carlo
Título: História e imagens

Horário: 10h30 às 11h10
Curso: História 
Palestrante: Ricardo Felipe di Carlo
Título: Formação cultural do Brasil

Horário: 11h30 às 12h10
Curso: Física
Palestrante: José Carlos Garcia
Título: Formação e evolução das estrelas

Horário: 12h30 às 13h10
Curso: Física
Palestrante: José Carlos Garcia
Título: A Física do buraco negro

Horário: 13h30 às 14h10
Curso: Química
Palestrante: Bruno Valle
Título: Química e sustentabilidade: os grandes problemas ambientais

Horário: 14h30 às 15h10
Curso: UNIP
Palestrante: Josie Mantoan
Título: Relato: intercâmbio em Portugal

Horário: 15h30 às 16h10
Curso: Química 
Palestrante: Bruno Valle
Título: Química e sustentabilidade: as questões energéticas

Horário: 16h30 às 17h10
Curso: Português
Palestrante: Rudi Vilela
Título: Eu lírico: a poesia a partir da música

Horário: 17h30 às 18h10
Curso: História 
Palestrante: Ricardo Felipe di Carlo
Título: Corrida espacial: 50 anos do homem na Lua

AUDITÓRIO BRADESCO

Quinta-feira – 23/05
Horário: 17h15 às 17h45 
Palestrante: Carlos Guimarães
Título: Administração na sua vida

Sexta-feira – 24/05
Horário: 17h15 às 17h45 
Palestrante: Alexandre José Paglia 
Título: Administração do futuro

Sábado – 25/05
Horário: 12h às 12h30
Palestrante: Franklin Lacerda
Título: Futuro do trabalho

SERVIÇO
Grupo UNIP-Objetivo na Feira Expo CIEE 2019
Dias 23, 24 e 25 de maio (quinta-feira a sábado)
Das 9h às 19h
Estande: Nº 32
Pavilhão da Bienal do Parque Ibirapuera
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Portão 3

]]>
DATA21/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - Décimo Terceiro Sarau Literomusical do campus Chácara Santo Antônio ]]> Por Prof. Ligia Menna

Alunos e professores do curso de Letras do campus Chácara Santo Antônio realizaram, no dia 8 de maio, o Décimo Terceiro Sarau Literomusical, sob coordenação da professora Lígia Menna. Há anos o sarau de Letras se constitui em um projeto de promoção de arte, cultura e integração entre alunos, professores e comunidade, de forma reflexiva e atuante, tornando-se em um significativo evento de formação cidadã.

Nesta edição, o evento contou com a presença dos alunos do primeiro semestre do curso de Educação Física, como público e realizando atividades no palco, acompanhados da professora Carmen Dalano. Também estiveram presentes estudantes dos cursos de Pedagogia e Secretariado, do curso de Letras do campus Marquês e ex-alunos que prestigiaram o evento.

A exposição de fotografias Olhar de Dentro marcou a abertura do Sarau. Realizada pelo professor Adilson de Oliveira, cujo olhar de poeta e fotógrafo capta detalhes inusitados de flores e insetos, a mostra foi acompanhada pela declamação do poema Apanhador de desperdícios, de Manoel de Barros.

Com esquetes teatrais, declamações de poemas autorais e apresentações musicais de diferentes ritmos, com pandeiros, flauta transversal e violão clássico, os demais participantes subiram ao palco para expor sua arte. Destacaram-se as performances do ex-aluno Eduardo Pereira Santos, o rapper Duzzão, com o poema autoral Arma de dedo; dos alunos do quarto e do quinto semestres do curso de Letras, com leitura do poema Intertexto, de Bertolt Brecht; e uma homenagem à sambista Beth Carvalho, com a participação de toda a plateia entoando a canção Andança.

Simultaneamente ao Sarau, os alunos promoveram também a Campanha do Agasalho 2019, cujos itens arrecadados foram destinados à Associação Educacional e Assistencial Casa do Zezinho.

]]>
DATA21/05/2019
<![CDATA[21/05/2019 - Arquiteto português Bruno Félix ministra palestra no campus Araraquara ]]> Por Profa. Cristiane Krohling P. B. Bernardi

No dia 21 de maio, o curso de Arquitetura e Urbanismo do campus Araraquara recebeu o professor e arquiteto português Bruno Félix Ferreira, que ministrou a palestra Patrimônio histórico e reabilitação urbana.

Natural de Lisboa, o arquiteto reside em Torres Vedras, Portugal, onde exerce as funções de vereador da Câmara Municipal, responsável pelas áreas de Gestão Urbanística, Fiscalização Municipal e Planejamento Estratégico e Territorial.

Na palestra, Félix abordou temas correlatos à preservação do patrimônio arquitetônico, histórico, artístico e cultural, expondo as políticas implementadas para a dinamização do centro histórico da cidade de Torres Vedras. Detalhando a proposta, frisou que são políticas que visam à promoção da mobilidade e adequação de edificações e espaços públicos, garantindo a acessibilidade e a preservação da memória.

Esta foi a segunda vez que os alunos tiveram a oportunidade de compartilhar experiências com profissionais portugueses. Em 2016, o curso recebeu o arquiteto André Baptista, que apresentou o projeto Torres ao Centro, vencedor do Green Project Awards de 2015.

 

]]>
DATA21/05/2019